sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Nutricionista: laudo + dieta

Boa noite!
Obrigada a tod@s pelos comentários nos posts anteriores.
Desde que decidi divulgar para algumas pessoas o blog,ele tem recebido comentários,fico feliz porque é sinal de que alguém lê, e espero sinceramente que minhas experiências,de alguma forma,consigam ajudar quem está precisando de informações.

Eu disse no outro post, que iria colocar aqui o que veio escrito no laudo, eu até coloquei, mas achei melhor tirar. Pois uma florzinha,também paciente do dr Bottino e da Myrella, me disseram que ela não gosta de ver tais informações divulgadas, e com razão...obrigada,Amanda pelo alerta!

Lembrando que não há um padrão para laudos,confiem nos profissionais da equipe. Mas é bom que eles venham dizendo que vocês necessitam da cirurgia. E se puder dizer que faz tratamento clínico para emagrecer sem sucesso há mais de dois anos,melhor ainda!

Uma observação que não fiz no outro post. Pessoal, confiem na dieta passada pela nutricionista de vocês. Não adaptem, não tirem e nem coloquem nada sem consultá-la. É muito importante fazer tudo certinho com cautela e prudência. Nada de atitudes impensadas, são nossas vidas que estão em jogo, e o bom resultado da cirurgia também.
Se você acrescentar o que não deve, pode ter uma fístula e outras consequências, se tirar da dieta algo essencial,pode desmaiar,além de desenvolver anemia entre outras consequências.


Beijosss
paz e luz

domingo, 9 de outubro de 2011

Nutricionista

Boa noite!
Hoje vou falar sobre a participação da nutri nesse processo.

Minha nutricionista é a Myrella dos Santos. Ela é da equipe multidisciplinar do meu cirurgião, dr Aurélio Bottino. Os dois atendem na rua Hemengarda,nº 60 - sala 202. Méier. O tel de lá é 2593 0698.
Gostei bastante dela, muito profissional e bem rígida!! rs Além de muito bonita e simpática!
Levei uns bons puxões de orelha na 1ª consulta. Mas foi necessário né?
Na primeira vez que me consultei com ela,estava pesando 175kg, tendo que emagrecer 17kg.
Isso foi no dia 18/08. Voltei nela no dia 06/10 e estava com 164kg. Tinha eliminado 11kg.

Agora falta eu emagrecer 6 quilos!! Estou muito felizzzzzzzzzzzz!!

Quantidade de consultas:

Bom, isso depende de cada paciente. Eu precisei de duas consultas antes de operar, porque eu necessitava emagrecer bastante, e precisava  que ela passasse uma dieta etc.
Mas tem pessoas que precisam de somente uma e outras de mais. Se eu não tivesse emagrecido esses 11kg, eu teria que ir a mais uma consulta. Quando é necessária apenas uma consulta, nesse caso a nutri passa a dieta, explica quais alimentos podem ser ingeridos, ensina como fazê-los, e dá o laudo.
A mesma coisa é a quantidade de consultas depois da cirurgia.
Ela disse que terei que voltar lá 4 semanas depois de operar. E nesse dia saberei quando terei que ir novamente.
Ela já me passou a dieta para o mês inteiro.

Sobre a consulta ser paga:

Bom, geralmente as nutricionistas das equipes multidisciplinares dos cirurgiões, não são conveniadas aos nossos planos de saúde, e isso acontece também com as psicólogas.
Nós sabemos que há pouco tempo os planos foram obrigados a também cobrir essas especialidades, já que eles não são médicos.
Mas infelizmente os planos pagam muito mal a esses profissionais, e não são muitos os que se credenciam aos planos.
Me disseram que também existe uma lei que diz que o cirurgião não pode exigir laudo somente da equipe dele, e que é obrigado a aceitar o laudo do profissional credenciado sim.
Mas pensem comigo, você vai brigar com a pessoa que vai te operar? Eu não pensei nisso em momento algum.
Eu acho certo os cirurgiões não aceitarem laudo de qualquer um, eles tem que aceitar o laudo de quem eles confiam, tem que estar certos de que aquilo ali não é só um papel.
Infelizmente há "profissionais" que vendem laudos. Ou outros que não tem preparo e dão laudos a pacientes que não deveriam operar, pelo menos não naquele momento, pois eles não estão prontos ainda...então como eles vão saber que tipo de profissional deu aquele laudo?

Cada consulta custou 80,00...foram duas, então gastei antes da cirurgia,com a nutricionista, R$160,00. Estão surpresos? rsrsrs calma, ainda vem mais!! A psicóloga é um pouco mais cara, e são mais consultas...rs

*Vale ressaltar que alguns cirurgiões aceitam os laudos dos psiquiatras, assim como aceitam laudos de psicólogos credenciados pelos planos. Não é uma regra. Vale a pena conversar abertamente com o seu cirurgião e ver o que ele pode fazer por você.

No próximo post eu coloco aqui a dieta que ela passou e o que constava no laudo...
é que estou morta de sono!
Hoje fui à cachoeira e foi uma troca de energia maravilhosa!
Estou totalmente leve...pronta para seguir em frente.
Um abraço muito apertado em tod@s!
Boa sorte para nós!
Paz e luz

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Clara L liberdade


Era uma bela tarde, cheia de luz e cor.

A alegria era tanta, que era quase tangível.

Estavam presentes amigos, familiares, todos juntos para comemorar o aniversário de Clara.

E não era só mais um aniversário, era o primeiro aniversário em que ela podia dizer finalmente que era uma pessoa livre.

Livre da tristeza, livre da humilhação, livre do medo...livre da dor.


Clara se distanciou um pouco e parou para admirar a natureza, respirou fundo e agradeceu por tudo o que Deus, e todos os seres de luz permitiram que ela conseguisse.

Encantou-se com os pássaros que estavam a enfeitar o céu naquela tarde especial, e em seguida foi surpreendida por uma linda borboleta amarela. Naquele instante, foi como se viajasse no tempo, e voltasse para aproximadamente três anos antes.

Voltou para o dia em que todas as portas pareciam estar fechadas, todos os seus sofrimentos pareciam não ter fim, e que achava que nunca mais conseguiria sorrir. Mas nesse dia, cansada de viver uma vida inteira sentindo-se em uma prisão, Clara decidiu que precisava mudar, tomou uma grande decisão, certamente a mais importante de sua vida, e em meio às lágrimas pediu a Deus que lhe desse um sinal.
Segundos depois pousou em sua mão uma borboleta amarela, os olhos de Clara logo ficaram rasos d’água de tanta emoção, e sua alma se alegrou. Não restavam mais dúvidas: foi a melhor decisão a ser tomada e a mudança estava por vir.

Ouviu uma voz distante chamando: “Clara...Clara, não está ouvindo? Vamos cantar parabéns” .

Clara sorriu e voltou à companhia daqueles que a amam. Hoje sua vida está diferente,ela é uma pessoa diferente, mais feliz...mas não esquece de quem ela foi,pois não dá para ignorar que quem ela foi, faz parte de quem ela é.

Ela não estava triste, pelo contrário, estava certa de que tudo o que passou, serviu para torná-la mais forte, preparada para qualquer obstáculo que encontrar nessa surpreendente e magnífica estrada,que é a vida.

10/01/2013

Paz e luz.

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

2 anos tratamento clínico

Boa tarde!
Muitas coisas acontecendo,mas não vou contar tudo agora.
Vou deixar certos assuntos concluírem,para eu abordar aqui no blog de uma vez só,para não ficar confuso, espalhado em vários posts.

Hoje vou falar sobre o tal assustador laudo médico atestando que a pessoa fez tratamento clínico pr mais de dois anos e não teve sucesso.
Gente, esse laudo é exigência do plano de saúde e regulamentado pelo Conselho Federal de Medicina.(Resolução CFM 1942/2010). A resolução diz que para a cirurgia ser liberada é necessário o paciente comprovar: "tratamento clínico prévio insatisfatório de, pelo menos, dois anos"...

Esses dias eu entrei em parafuso quando me disseram isso!
Eu já sabia da existência disso,mas meu cirurgião tinha dito que com o meu peso,não precisaria (estava pesando 175 kg),porque sou super obesa mórbida...então fiquei tranquila.

Mas quando li em uma comunidade no orkut falando que mesmo com esse peso eu teria que comprovar, quase infarteii!! rs
Não desconfiei da palavra do cirurgião,nada disso...mas pensei que talvez ele tivesse entendi eu falar da comprovação da obesidade há mais de cinco anos (que já me disseram que mudou para dois).
E quem é muito obeso,não precisa comprovar que é obeso há mais de cinco anos (ou dois,sie lá).
Enfim...comecei a escreveu para um monte de pessoas,liguei...enchi o saco mesmo! rs
Algumas disseram que tiveram que comprovar..outras disseram que não e outras ainda não operaram e ficaram deseperadas rsrs. Ou seja, ainda arrastei comigo para o vale do desepero, mais pessoas rs.
Me perdoem meninas!

Enfim, falei com algumas que operaram com o mesmo cirurgião e disseram que não tiveram que comprovar nada, que o Dr Bottino e a equipe já dão o laudo.
Ahh fiquei bem mais tranquila.
Mas eu relaxei por completo hoje,quando a nutri me deu o laudo e vi que tava lá...ainda perguntei pra ela rsrs
Enfim,esse assunto já para o outro post...aguardem...notícias boas!!

O que recomendo é que você pergunte logo ao cirurgião,endócrino ou nutricionista se eles dão esse laudo. Porque eu vejo muitas pessoas por aí desesperadas porque o plano não liberou.
O meu é Unimed Rio.
O plano não pode contestar o atestado do médico. E diz a resolução que ode ser de qualquer especialidade (clínico,psicólogo etc).
Espero ter ajudado.
Passem tudo para o cirurgião e a equipe de vocês. Muitas vezes eles podem nos ajudar  e nós ficamos sofrendo caladas,ou só pegando informações pela internet.
E nem sempre essas iformações estão certas,ou não valem para todo mundo

Bjss paz e luz

continua em breve....

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

dra Beatriz(endócrino)




Olá, boa noite!
Como disse anteriormente, não consegui ir na consulta com a dra Aline (endócrino),fiquei decepcionada e estressada por isso.

Ano passado eu iniciei o tratamento com a dra Beatriz Ohana, ela é ótima!!Mas aconteceram algmas coisas e tive que interromper o tratamento e logo depois ela engravidou, foi então que tive uma consulta com a dra Aline.

As duas são excelentes!Mas eu já estava acostumada com a Bia.
Nesse desespero de ter perdido a consulta coma  a Aline, tive a ideia de enviar um email para a dra Beatriz, pedindo orientação. Ela disse para eu tentar encaixe, se não conseguisse, ela chegaria mais cedo, e foi o que aconteceu.

Ela é uma pessoa linda mesmo! Por dentro e por fora.
Chegou lá às 13hs, me atendeu super bem como sempre, olhou meus exames,me pesou, conversou comigo, me deu uma luz!

O Centro Médico de Madureira é muito cheio, nossa!

Difícil conseguir consulta lá, se não fosse essa atitude da dra Beatriz Ohana, não sei o que eu ia fazer.

E agora o tempo ta apertado, falta pouco para a cirurgia.

Ela olhou meus exames e identificou:

  • Glicose alta 
  • Resistência à insulina 
  • Fígado gorduroso 
  • Fígado grande 
  • Gastrite leve 
  • Ácido úrico alto. 
 Pediu exame de cortisol (que ainda não tinha conseguido fazer,pq onde fiz os outros não fazia esse) e curva glicêmica.

Me receitou remédio para baixar a glicose e auxiliar também na redução da gordura do fígado e na perda de peso. Quando tiver 30 dias de uso desse remédio (glifage) fazer exame de glicose de novo.

Ela viu que eu tenho muitos pelos e perguntou se tenho ovário policístico. Eu disse que não sabia e ela solicitou uma ultrassonografia pélvica e exames de hormônio.

E a resistência à insulina também poderia estar relacionada ao possível ovário policístico.

Me pesou e estou com 171 quilos. Emagreci 4 quilos!! Faltam 13 antes de operar. Notícia boa!
Receitou para eu usar até operar, sibutramina e também cloridrato de sertralina para controlar a ansiedade (tarefa difícil nesse momento).

Para a gastrite leve ela receitou omeprazol durante um mês em jejum.

Então, ela passou tais remédios:

  • Sibutramina 15 mg - em jejum 
  • Cloridrato de Sertralina 50 mg - depois do café 
  • Omepazrol 20 mg - 1 mês em jejum 
  • Glifage 500 mg (xr) - 1ª semana após o jantar e depois após o café e após o jantar.Interromper 48 horas antes da cirurgia. 
E os exames foram esses: 
  • Ultrassonografia pélvica - beber 6 copos de água sem urinar.Fiz 3 dias depois que ela pediu. 
  • Cortisol e curva glicêmica - para o cortisol,beber às 23 horas do dia anterior dois comprimidos do dexametasona (cada um tem 4 mg). Para os dois são 8 horas de jejum (confirmar com o médico e laboratório),depois beber o prandial (muito doce, meu estômago ficou enjoado e fiquei tonta) e duas horas depois colher de novo,então fiquei quase 3 horas lá no laboratório e no total foram 10 horas de jejum,porque depois do prandial não pode comer nem beber nada. Esse exame fiz dois dias depois que ela pediu. 
  • Testosterona total e livre, S-DHEA, Prolactina, Estradiol, Androstenediona, FSH,LH, 17 alfa Hidroxiprogesterona (17OH) - Hormônios (entre o 3º e 8º dia de menstruação,ou seja, só no começo de outubro). 
  • Glicose,Insulina,Homa-IR,Homa-Beta, HAC - após 30 dias de uso do glifage. 
Na ultra pélvica, temos que ficar de calcinha, e abaixam um pouco a calcinha. Ele é feito superficialmente, não é igual a transvaginal.

Peguei alguns resultados: Cortisol deu normal. E ultra pélvica,pelo que entendi, deu tudo ok. Apenas meteoritos intestinais, que são nada mais nada menos do que gases (risos).

Mas esses gases também podem ser explicados pelo fato de ter chegado às 11 na clínica e só ter feito o exame depois das 15hs e segurando a urina para fazer o exame. Esse tempo todo esperando em pé!

Vou dizer uma coisa para vocês: nunca mais piso na Clínica Rio em Irajá. Lugar horrível, péssimo atendimento! O banheiro imundo.As funcionárias são grossas,Não tem lugar para sentar. Um monte de idosos e gestantes em pé pelos corredores, parecia o SUS em dias de caos.

E acho que umas 10 pessoas acharam que eu era gestante. Que coisa!

"Tá grávida de quanto tempo?" afffffffff

Cortisol e curva glicêmica (TOTG - Teste Oral de Tolerância à glicose) fiz no laboratório Pasteur.
Rua Monsenhor Alves Rocha, 140 / 701. Penha.
Próximo ao Parque Xangai e Receita Federal.
Tel: 2560 0171
Gostei muito do atendimento e da rápida entrega do resultado.



To feliz porque consegui ir na consulta com a dra Beatriz, consegui eliminar 4 quilos. 

Apesar das últimas descobertas (glicose alta,resistência à insulina etc), estou confiante. 


E estou em boas mãos. Ela é ótima profissional e excelente ser humano também.


Nem sei como seria se eu não conseguisse ser atendida por ela. 
Lembrando que a dra Aline também é excelente,mas eu comecei o tratamento com a dra Beatriz, então eu meio que já estou acostumada com ela.

Beijos...paz e luz

domingo, 11 de setembro de 2011

Stress pré-operatório

Olá!Boa noite!
Olha, está complicado. Nem eu to me suportando mais.
To ficando irritada facilmente.
Tem horas que o meu coração chega a palpitar,sabe...
Sei que não deveria me aborrecer assim,mas não to conseguindo controlar.
Ontem briguei com meu pai, chorei o dia todo, fiquei com uma dor de cabeça insuportável.


Hoje é meu irmão que está me irritando,ele está criticando tudo que eu faço ou digo.

Quando to irritada assim, o melhor é me isolar. Só que ninguém entende isso.


Tem muita coisa acontecendo ao mesmo tempo:

* Eu esperei tanto pela consulta da dra Aline (endócrino),queria me pesar,queria me consultar logo para saber se vou tomar remédio a curto prazo, para emagrecer 17 quilos antes de operar,mas infelizmente eu não pude ir.
Isso me deixou pra baixo,fiquei muito triste e decepcionada.
Depois disso que acabei discutindo com meu pai,na verdade ele que discutiu comigo, tanto que depois pediu desculpas.
Mas eu entendo,tem muita coisa acontecendo aqui em casa, no momento minha irmã está "morando"uns tempos com o marido aqui em casa. Ela fraturou os dois joelhos e não pode subir as escadas do apartamento e também ficaria sozinha lá,aqui nós cuidamos dela.
Vai dar tudo certo.
Mas a gente fica preocupada,cada hora é uma cosa tadinha,ela ta usando moleta, e cadeira de rodas. É bem complicado. Mas eles são ótimas pessoas,não é dífícil dividir meu quarto com eles, eu é que to estressada mesmo, não tem nada a ver com eles. E eu fico preocupada com a saúde dela.

O fato de não estar trabalhando também me preocupa. São muitas despesas.

  • Cada consulta com a nutricionista custa 80,00 (no meu caso,por enquanto,são necessárias duas)
  • Cada consulta com a psicóloga custa 90,00 e são necessárias 4.
  • Plano de saúde.
  • Respiron 25,00 (aparelho para exercícios respiratórios)
  • Gasto com transporte para fazer exames e ir a consultas
  • Remédios que eu tomo (antidepressivo,diurético)
  • Remédios que possivelmente tomarei (clexane,pantorgar etc)
  • Produtos naturais que eu tomo (chás,spirulina,centelha asiática,castanha da Índia)
  • Vitaminas
  • Possivelmente meia de compressão
  • Anestesista (não sei quanto o plano reembolsa)
  • Alimentação, produtos light não são baratos
  • Outras despesas
Então minha cabeça fica a mil por hora!! Ainda tem dois exames de sangue que não pude fazer no laboratório onde fiz os outros, to com medo de ter que pagar por eles, um custa quase 70,00.

To um pouco mais tranquilia porque pelo menos só faltam esses dois exames de sangue e o exame polissonografia noturna.
Mas ainda faltam todas as consultas restantes,emagrecer 17 quilos e a Unimed liberar a cirurgia.
Ah! E ela realmente poder ser no dia que eu desejo, tomara que consiga.
                                                                               
Preciso relaxar! Quero me refugiar em algum lugar.Ir à Cachoeiras de Macacu semana passada não foi suficiente,pois não visitamos as cachoeiras,ficamos só na casa e também foi muito rápido. Foi ótimo estar com a família,mas preciso de um contato com a natureza urgente!
Acho que vou enfrentar a barca e ir à Paquetá.Mesmo que sozinha.Mesmo com aqueles benditos assentos apertados,vou em pé,olhando o mar.


Beijos paz e luz...
continua em breve...

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

ansiedade minha de cada dia.

Boa noite!
O final de semana foi bem bacana. Passei com a minha família em Cachoeiras de Macacu-RJ.
Fez bastante frio lá, se aqui já estava frio, imagine a caminho da região serrana.
Chegando lá, adivinhem qual era a comida...churrasco!
Mas não comi muito.
Difícil mesmo foi ontem a noite, já estava em casa e muito ansiosa.
Não sabia o que fazer. Não tinha opções de coisas "light" para comer.
Lembrei que minha mãe tinha comprado uns doces de leite, e lá fui eu comer o doce de leite.
Quase surtei ontem!!


Eu estou muito ansiosa, especialmente nos últimos dias.
E também sem vontade de fazer nada, se eu pudesse nem sairia da cama.
Sem dramatizar,mas não é fácil levantar 175 quilos todos os dias.
Não posso caminhar porque torci o pé de novo h´apouco tempo, e também dói a coluna.
Estou assim no últimos dias, principalmente por causa de uma coisa: to num dilema em relação às técnicas.
Eu estou há dois anos me acostumando com a by pass e agora me acostumar com outra vai ser difícil.
Eu ontem fiquei pesquisando muito na internet, lendo sites,vendo vídeos e juntando uma coisa com a outra, decidi que não quero fazer a sleeve.

Nada contra essa cirurgia,mas acho que para mim, a melhor é by pass mesmo.
Espero que meu cirurgião concorde também.

Enfim...
Hoje decidi levantar a poeira.
Fui até uma loja de produtos naturais que tem aqui em casa, para comprar umas coisas que uma amiga receitou.
A Júlia é psicóloga e foi operada pelo dr Aurélio Bottino.
Ela emagreceu muuuuuiiitooo! Mas muito mesmo!
E ela disse que o que ajudou no seu emagrecimento, junto com a cirurgia, foi o uso de algumas ervas.
Ela recomendou que eu fizesse chá com as seguintes ervas:

  • Hibiscus ou hibisco
  • Oliveira
  • Cavalinha
  • E chá de folha de amora.
Pesquisei na internet essas ervas, e fiquei muito contente com o que encontrei, e fiquei feliz por ter comprado.
Além dessas ervas, eu comprei uns produtos em capsúla:
  • Spirulina  (uma nutricionista me passou uma vez e gostei muito)
  • Centelha asiática
  • Castanha da Índia


E também o tal adoçante línea (sucralose). Esse adoçante é pequeno e custa 12,00. Dói no bolso (risos),mas não é gasto, é investimento né? rs
Ainda trouxe um pacote de aveia e um monte de barras de cereal light.
Para ver se me ajudam no horário de muita ansiedade, e também para eu estar sempre comendo de 3 em 3 horas.
Ganhei de brinde um pacote com 3 bananadas sem açúcar e gordura, adoreii!!

Amanhã irei ao mercado comprar gelatina light, leite desnatado,queijo branco light, torrada integral da Magic Toast (que eu adoro!!),mamão,abacaxi, limão,mate,requeijão light,acelga,couve-flor e brócolis.
São as coisas que mais tenho gostado de comer e beber ultimamente,e parece que elas combinaram de acabar ao mesmo tempo. (risos) Vou comprar tudo amanhã.

Cada dia é uma luta, e eu vou sair vitoriosa!
Beijos
paz e luz

"O importante é a força que nos faz levantar e mudar nossas vidas"

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Emagrecer antes de operar,nessa ansiedade?



Olá!Boa noite!

Como eu disse em outro momento, eu terei que emagrecer 17 quilos (10% do meu peso).

Antes eram 17,5...mas eu amagreci meio quilo, agora são 17.

Uauuuuuuuuuu! Meio quilo! (risos).

Então tenho que emagrecer 17 quilos.

*no primeiro momento,assim como a maioria,meu olhar foi meio torto para essa informação.
Como assim?Emagrecer para operar,se eu conseguisse isso,nao estaria querendo operar...rs

Mas depois respirei e analisei com calma,e vi que realmente e o certo a se fazer.
Ainda mais se a cirurgia for feita por vídeo,o seja,se não cortar,não houver abertura. Se o fígado estiver muito grande, fica difícil realizar a cirurgia,em questão de visualização também,pois o fígado fica caindo e impedindo...


Além disso, não é bom operar com seu peso limite.
Quando você emagrece um pouco,isso já melhora muito as suas condições para operar, principalmente no que diz respeito ao pulmão...
Prejudica desde o anestesista até o cirurgião...
E é como o dr bottino disse:

"De que adianta eu fazer uma excelente cirurgia e você ficar um mês no hospital com problemas respiratórios?"

Na última vez que pesei (dia 18/08) eu estava com 175 quilos.

Tenho consulta com a endócrino dia 06/09, então pesarei novamente. Espero ter eliminado mais quilos.

Bom, como todo gordo, não tenho balança em casa, e pior: eu morro de vergonha de pesar em farmácia.

Na verdade eu tenho vergonha de muitas coisas, espero logo acabar com isso.

Eu estava conseguindo fazer a dieta direitinho,mas nos últimos 3 dias tem sido muito difícil.

Eu estou na TMP, super ansiosa, super nervosa, sensível...enfim...ta muito complicado!

Ontem eu fiquei muito estressada, tinha consulta com a terapeuta, me atrasei, me deu um acesso de choro, quase desisti de ir, liguei para lá dizendo que ia me atrasar, chegando no metrô, consegui embarcar no metrô errado, peguei o que estava voltando para casa. Foi muito estressante tudo!

Resultado: fui até a Tijuca, em um dia que eu gostaria de nem sair da cama, para ter menos de 10 minutos de consulta.

Chorei horrores. Que TPM horrível!

Cheguei em casa, tinha em cima da pia um monte de pedaçoes de couve-flor, quentinhas.

Eu adoro couve-flor e comi tudo! Tamanho o meu descontrole.

Me senti péssima, agi sem pensar, não respirei...passei o dia me condenando por isso.

Ontem era aniversário do meu tio, então mais tarde fui para a casa dele...churrasco, para variar né? E as saladas?Ninguém faz um aniversário com saladas? Claro que não!(risos)

Não comi churrasco, até certa parte da noite.

Estava ótima, segura,firme na dieta. E também tinha quase um buquê de flores dentro de mim de tanta couve-flor que eu comi na parte da tarde.

Mas minha fortaleza desmoronou quando vi meu ex na festa. Sabe amor mal resolvido? Esse mesmo.

Eu mudei sabe, fiquei estranha, agitada,ansiosa... e logo depois minha prima quis que eu provasse o cup cake (mini bolo norte americano)que ela tinha feito. Eu comi né? Me senti horível de novo!

Para encerrar a noite ela me veio com o meu ponto fraco: salsichão! Adoro salsichão!

Nesse momento eu já estava perdida e me afogando no mar de culpa e tristeza.

Enfim! Hoje estou inquieta. Muitas coisas acontecendo, outras muitas para acontecer.

Estou quase explodindo de tanta ansiedade.

Será que a dra Aline (endócrino) vai me passar algum remédio?

Eu sou contra o uso de medicamentos para emagrecer. Até porque eu já utilizei quase todos e depois engordei, e tive uma série de efeitos colaterais também.

Mas penso que nessa situação extrema e também a curto prazo, vale a pena tentar.

Vamos ver o que ela vai me receitar.

Mas escrever aqui me ajuda muito,ainda bem.

Eu sei que quase ninguém lê, até porque eu quis assim.

Acho que só divulguei para menos de 10 pessoas, por enquanto.

Estou vivendo uma luta diária,mas tenho certeza de que sairei vencedora.

Paz e luz

e xô 17 quilos!

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Dicas para exames


Olá! Então finalmente após a consulta com o dr Bottino criei ânimo para realizar os exames. 

A endócrino dra Beatriz Ohana tinha me pedido os exames desde a primeira consulta em maio de 2010,mas eu só fui fazer o primeiro exame em novembro. 

A minha ideia inicial era fazer os exames logo, porque se tivesse alguma problema, ter tempo hábil para tratar.

Mas não foi assim que as coisas aconteceram.

Minha vida ficou um pouco confusa. Muitas coisas aconteceram nesse período, problemas na família (principalmente de saúde),problemas sentimentais, decepções com amigos etc.De forma errada, eu deixei que isso tudo interferisse,mas eu sou humana né?

Tenho 23 anos e muita coisa para aprender ainda.

Em novembro fiz alguns exames de imagem e nos outros meses fui fazendo os outros, ainda faltam alguns, mas são muito poucos.

O que está pendente mesmo são algumas consultas com psicóloga, uma com nutricionista, uma com endócrino,cirurgião,clínico geral e emagrecer os 17 quilos!






Para realização dos exames pré-operátório de bariátrica:
  • Ultra-sonografia abdominal total:
Mínimo de 8 horas de jejum, beber 6 copos de água sem fazer xixi.


Eu bebi os seis copos lá na clínica.


Fui de vestido, com short por baixo, tirei o vestido e fiquei de short e sutiã.


O resultado fica pronto no mesmo dia,se eu não me engano foi em minutos ou em poucas horas.


No meu acusou esteatose hepática incipiente.Nada sério,bem no comecinho mesmo,dr Bottino disse que é normal.

Meu plano é Unimed Personal e fiz na clínica Radiológica Menezes da Costa, na Penha.


Contato da clínica: 3137 1102 / 3137 1250
menezesdacosta@wnetrj.com.br
Eco-cardiograma com doppler: 


  • Ecodoppler venoso superior e profundo:
Sem preparo.
Tem que tirar o sutiã e botar o jalequinho da clínica com arbetura pra frente, fiquei com o peito todo de fora...rs



O resultado também fica pronto no mesmo dia.

Esse exame também fiz na Menezes da Costa.






  • Eco doppler venoso profundo dos membros inferiores:
Ultra das veias dos membros inferiores.


Eu toda crente que poderia ficar de short.


"O médico entra e diz: tira o short" . Quase saí correndooo!! rs


Eu fiz o dopler das pernas com o mesmo médico que fez o eco-cardiograma.
Ou seja,não tive como fugir,tive que tirar o sutiã por causa do eco e tive que ficar só de calcinha por causa do doppler dos membros inferiores. Ele passa o aparelho bem na virilha mesmo,por causa das veias de lá.
Então tive que ficar só de calcinha e nessa posição aqui ó (foto ao lado), com a bunda na cara dele (risos).                                                            
Por isso que é ideal ir com uma boa calcinha e com a virilha depilada,porque o exame é "profundo" (risos):

O que me consola é que todo mundo que vai operar passa por isso rs




Dica: vá com uma calcinha bem bonita!! rs e não passe hidratante nas pernas.


Esse exame é pra saber se a pessoa pode ter trombose.


Resultado sai no mesmo dia.


O meu foi: "Não há sinais de trombose venosa profunda ou tromboflebite superficial. Ausência de refluxo patológico ao longo das veias do sistema profundo"
Também fiz o exame na Menezes da Costa.
  • Raio-x do tórax em PA e perfil:
Eu fiz duas vezes, fiz uma em novembro e outra em junho,mas não tinha necessidade.


A1ª fiz na Menezes da Costa e a 2ª fiz na clínica Semi em Irajá.


O resultado demora mais de uma semana para sair, eles tem que fazer laudo.


Eu fui de vestido e short por baixo,tirei o vestido e fiquei de short e um topper..toda crente! Nada, tive que tirar o topper,porque o negocinho que fecha,apesar de ser de plástico,acusa no raio-x..aff
Recomendo que vá com um topper sem botão,nada que apareça,ou vá de blusa mesmo...


****




Então eu fiz 4 exames no mesmo lugar, na Menezes da costa e no mesmo dia.

Lá também faz eletrocardiograma,mas não precisa marcar,é só ir lá com encaminhamento e fazer, mas naquele dia não tava fazendo.


Liguei para a clínica Semi em Irajá e lá só aceita com o pedido do cardiologista de lá.
Marquei uma consulta com o cardio e ele pediu o eletro e também outro raio-x do tórax,já que o meu era de novembro.


Fiz os dois no mesmo dia da consulta,é bem rapidinho...
  • Eletrocardiograma:
Sem preparo.
Como eu disse, fiz na Semi, mas antes fui no cardiologista de lá (que eu já me trato),pra ele me dar um encaminhamento,pois lá só faz eletro com o pedido do cardio de lá mesmo.


Outro exame que temos que mostrar nossos seios..rs..normal,já to até acostumada, são profissionais né?


Ele me deu a guia e fiz no mesmo dia, e sai o resultado rapidinho também,já vim com ele...


A Semi fica na Rua Marquês de Aracati 41. Irajá
3391 3700 / 3301 6010 / 3391 7429
  • Vídeo-endoscopia:
Endoscopia digestiva alta com teste para H. Pilory (biópsia)


8 horas de jejum.Não pode beber água também.


Recomendado que vá com acompanhante por causa da anestesia. 


Gente,recomendo fazer o exame de sangue antes da endoscopia ou bem depois dela.
Por causa da biópsia e também porque se errarem sua veia para aplicar a anestesia, você provavelmente não vai poder colher sangue tão cedo.
No meu caso,eu fiquei com os dois braços doendo e roxos,não tinha condições de tirar sangue daqui...
Me recomendaram no laboratório que vou fazer os exames de sangue, dar um espaço de cinco dias, mas no meu caso não foi suficiente,pois meu braço ficou bem doido e roxo. Isso sempre acontece comigo,com qualquer pessoa que tente achar minha veia.


Eu fiz no centro médico de Madureira,na rua Americo Brasiliense, lá aceita Unimed.
Tel: 3369 8600 ou 2254 1920


Fiz o exame no dia 07/06 e ficou pronto no dia 05/07.
  • Prova de função respiratória:
ou prova de resistência pulmonar
Fiz dia18/07 no Labs Dor de Madureira e o resultado ficou pronto no dia 22/07. Não tem preparo,eles só pedem para chegar 20 minutos antes,levar raio-x recente,e se a pessoa fizer uso de remédio bronco dilatador,interromper 12 horas antes do exame. Resultado: prova funcional respiratória normal.


Apesar de ser chatinho de fazer, ele é um exame importantíssimo, aliás, todos são!


O dr. me pediu para colocar a boca no cano:


“aperta devagar,fecha os lábios bem fechados,empurra mais para trás..” rs bem constrangedor!! Kkkkkkkkkkkkk brincadeiras a parte...
Para mim foi chatinho porque eu não tava conseguindo fazer certo,não conseguia soltar o ar com força e manter...mas enfim, não é nenhum bicho de 7 cabeças...quando o dr. simulou como se faz, eu soltei maior gargalhadão kkkkkkkkkkkkk comecei a rir e pra parar foi um custoo!! rs

Importância desse exame:


Quando operamos, ficamos intubados e isso acaba diminuindo a capacidade de funcionamento do pulmão.
Então é MUITO importante que se descubra qual é a capacidade do pulmão antes de operar,pois ela vai diminuir...
E também a equipe precisa se preparar para um paciente que tem essa capacidade pulmonar debilitada.
Vale a pena seguir as recomendações à risca, pois complicações pulmonares, se acontecerem, podem ser muito graves (devido à anestesia geral).


E também seguir à risca os exercícios que a fisioterapeuta passar, para que essa capacidade volte ao normal, e não fique comprometida após a cirurgia.
  • Exames laboratoriais:
Não fiz o de urina e fezes ainda.Queria as recomendações deles,para não fazer errado. 
A moça me deu os potinhos, luva, e um papel com recomendações.

Fiz os exames no Laboratório Fleury do Largo do Bicão.Gostei muito do atendimento, a única coisa que me chateou, foi não poder fazer dois exames: o cortisol pós dexametasona (dexaglós) e o índice de Homa Beta ( HOMA BETA), um não faz lá e o outro meu plano não cobria, não entendi muito bem,ela disse que eu poderia pagar 70,00. Eu prefiro ver se faz em outro laboratório pelo plano, até porque eu não tinha dinheiro na hora.


* O de cortisol, tem que tomar dois comprimidos do Dexaglós às 23 hs do dia anterior, e tem que ser coletado o sangue exatamente às 8 da manhã, ou seja, à meia noite tem que começar o jejum, pois são 8 horas de jejum (confirmar com seu médico e laboratório). Cheguei no laboratório às 07:20.


* O HOMA (modelo de avaliação da Homeostase) é um método utilizado para quantificar a resistência à insulina e a função das células beta do pâncreas.
Vou ligar para saber o preparo para esse exame.


Fiz os exames no dia 26/08 e vão ficar prontos até o dia 01/09. Os resultados ficam disponíveis na internet.


* O laboratório Fleury do largo do Bicão fica na rua Brás de Pina,1571. Perto do Valão. Telefone de lá é 3003 0340


  • Polissonografia noturna:
Marquei a polissonografia noturna no dia 30/08 e na mesma hora eles enviaram por e-mail as orientações do exame. O exame foi marcado para o dia 20/10.


Eu liguei para a clínica Fernando Pompeu.
Eles fazem esse exame na Barra, Ilha do Governador, Leblon e Botafogo.
Eu vou efetuar em Botafogo. Liguei ontem (30/08) e só tem vaga para outubro em Botafogo ou Leblon, os demais, apenas em novembro. Como preciso realizar esse exame logo, marquei em Botafogo.


Terei que chegar lá às 21:00 e o horário de saída será entre 06 e 06:30 da manhã do dia seguinte.


O contato de lá é: 2286 1342 ou 3154 8000


O endereço da unidade de Botafogo é:
Hospital Smaritano. Rua Bambina, nº 98. 3º andar. -Botafogo RJ.


Sobre a polissonografia:


A polissonografia é um exame que serve para registrar, de forma computadorizadas variáveis fisiológicas do sono não induzido.


É realizado sem uso de medicamentos, agulhas ou instrumentos semelhantes, é indolor, sem anestesias e sem riscos.


Para a realização do exame são utilizados sensores em forma de adesivos e cintas elásticas, que registram a atividade cerebral, movimentos dos olhos, eletrocardiograma, movimentos musculares, tonus muscular e fluxo respiratório nasal/oral. Com esses registros podemos avaliar a fisiologia do sono e os distúrbios que levam as doenças do sono.


O exame de polissonografia dura em torno de 6 horas, e para isso o paciente deve passar a noite no Laboratório do Sono, que é um local privado, confortável e calmo. Haverá um técnico responsável pelo exame, que permanecerá em uma sala anexa, monitorizando o exame, durante a noite, pelo computador.


Orientações para a realização do exame:


No dia do exame, o paciente deve lavar a cabeça com xampu apenas, não deve usar condicionador, óleo, gel ou creme de cabelo. Isso é necessário devido a fixação dos eletrodos da cabeça. O paciente não pode estar com as unhas pintadas, e deve-se evitar o uso de jóia ou bijuterias ( anéis, colares, pulseiras, etc..).


Não há necessidade de suspender qualquer tipo de medicamento de uso regular no dia do exame. Não deve ser tomado nenhum tipo de calmante ou sedativo no dia do exame, a não ser que seja de uso regular e contínuo. Não há necessidade de dieta especial, e deve ser evitado o uso de bebida alcoólica no dia do exame. O paciente deverá trazer uma roupa de dormir ( pijama curto, short, bermuda ) com a camisa de botões ( aberta para frente ). Se quiser pode trazer seu próprio travesseiro.


O paciente não pode realizar este exame, caso seja alérgico a álcool, éter ou acetona ( substâncias utilizadas no colóide, substâncias utilizada para manter aderido os eletródos a pele durante o exame ).


Após o exame, pela manhã, o paciente poderá tomar banho no próprio Laboratório, nesse caso orientamos a trazer objetos de uso pessoal ( escova, pasta de dente, pente, etc...)


Sabem o que me aflige?


Eu não tenho pijama que abre na frente! rsrsrs
Não tenho nem pijama, quiça que abre na frente rs


Pior que não tenho nenhuma blusa com botões... aff!

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Dr. Aurélio Bottino, um anjo.

Marquei minha 1ª consulta com o dr Bottino para novembro de 2010, e dessa vez levei minha mãe.
Ele foi muito atencioso do inicio ao fim.
Não nos deixou dúvidas.
Perguntou se tinha feito algum exame.
E como eu teria que emagrecer, ele me deu o encaminhamento para eu me tratar com psicólogo e nutricionista credenciado, ou seja, eu só teria que pagar consultas, próximo a cirurgia, para obter o laudo e depois continuaria com psicólogo e nutricionista da Unimed.
Disse para eu ir na próxima palestra.
Ele ficou muito tempo conversando com a gente, sem pressa.
Disse que a filha dele operou também.

Ele é excelente!! Me deu uma nova esperança.
Eu estava um pouco desmotivada. Triste por saber que não ia operar tão cedo.
Mas coloquei a cabeça no lugar, pensei com calma e resolvi cuidar da minha saúde, fazer os exames com calma, ir me tratando com psicólogo e nutricionista, que ele graças a Deus me deu o encaminhamento. Ele podeira simplesmente dizer: se trate com a psico da equipe,mas não, ele me aconselhou a começar o tratamento na psicóloga credenciada e ir na psicóloga da equipe multidisciplinar apenas próximo a cirurgia, para  ela me preparar para operar e também me dar o laudo.

Eu costumo dizer que há médicos e comerciantes da medicina. O dr Bottino é médico!

Uma observação: ele exige que o paciente emagreça 10% do seu peso antes de operar.Eu vou ter que emagrecer 17 quilos. 
*no primeiro momento,assim como a maioria,meu olhar foi meio torto para essa informação.
Como assim?Emagrecer para operar,se eu conseguisse isso,nao estaria querendo operar...rs

Mas depois respirei e analisei com calma,e vi que realmente e o certo a se fazer.
Ainda mais se a cirurgia for feita por vídeo,o seja,se não cortar,não houver abertura. Se o fígado estiver muito grande, fica difícil realizar a cirurgia,em questão de visualização também,pois o fígado fica caindo e impedindo...

Além disso, não e bom operar com seu peso limite.
Quando você emagrece um pouco,isso já melhora muito as suas condições para operar, principalmente no que diz respeito ao pulmão...
Prejudica desde o anestesista até o cirurgião...
E é como o dr bottino disse:

"De que adianta eu fazer uma excelente cirurgia e você ficar um mês no hospital com problemas respiratórios?"
 
Penso que isso se chama seriedade,profissionalismo,pensar no nosso bem...
Ele faz as coisas certas, e isso é muito importante,não faz de qualquer jeito...




O Consultório do dr Bottino fica na rua Emengarda, nº 60, sala 202. Meier. Perto do Baixo Meier,em frente ao leão, a Emengarda é uma rua de subida. Você pode ir em qualquer ônibus que deixe próximo a rua Dias da Cruz,ou perto da estação de trem do Meier. Eu vou de 676, atravesso a estação de trem por dentro da galeria e ando até a Emengarda, é perto.
O telefone de lá é (21) 2593 - 0698
O site dele é:  www.drbottino.com.br
As palestras são mensais e acontecem sábado, às 09:30 da manhã, no Hospital Pasteur, também no Meier.
Provavelmente eu devo operar no Hospital Amparo Feminino, no Rio Comprido.
Quem quiser, pode participar da comunidade do orkut, lá tem dicas, as datas das palestras etc.

Mudando de cirurgião


Então, fui juntando tudo e decidi mudar de cirurgião.
Vou explicar o que é esse "tudo" que eu juntei.

Na primeira consulta com esse cirurgião, ele me recebeu muito bem, foi super atencioso.
Minha pressão estava 18x11.Meus batimentos acelerados.
Quando eu disse que tinha apenas seis meses de plano e teria ainda mais um ano e meio de carência, ele disse: então volte aqui quando faltar seis meses para acabar a carência. E me mandou embora. Sem pedir exame algum, sem me passar nada para fazer. Dane-se que minha pressão estava alta e que se eu continuasse nesse caminho talvez nem durasse um mês, imagine mais um ano!
Sai de lá muito decepcionada.

Eu disse para ele que a pessoa que me indicou ele como cirurgião e que me sacaneou, se fez passar por advogada e não era, me enganou, me deu um golpe, que ela foi paciente dele e que fazia isso com outras pessoas na comunidade do orkut, ele não falou nada. Outras pessoas são enganadas até hoje por essa mulher.

Juntei o que a moça disse na reunião (está o post anterior,mas vou repetir aqui):
" Você vai operar com o cirurgião tal né? Eu ouvi dizer que ele hoje é só nome, que ele não opera gente comum feito a gente não, só opera grandalhões, diretores e tal. Que ele nem fica na sala de cirurgia, quem opera são estagiários e ficam chamando o nome dele o tempo todo, ele nunca está perto".


E decidi conhecer o cirurgião que é da equipe da minha endócrino, o dr Aurélio Bottino.

Reuniões sobre a bariátrica

Duas tias minhas se tratavam com a endócrino dra Beatriz Ohana no centro médico de Madureira, e uma dessas tias recomendou que eu fosse lá conversar com ela,mesmo que ela não fosse da equipe do cirurgião que eu escolhi,mas seria bom ouvir mais uma médica.
Gostei muito da consulta dela, ela me pediu logo um monte de exames, coisa que o cirurgião que eu até então tinha escolhido, não fez. E recomendou que eu participasse das reuniões e eu concordei.
Foram 3 sábados, às 09 da manhã.
No próprio consultório, com apresentação de slides, esclarecimento de vários profissionais (nutricionista,psicólogo,endócrino,clinico geral etc), depoimento de pessoas que operaram e muita conversa.
Foi muito legal, eu adorei! Falei, desabafei, chorei!

E no último dia de reunião, uma moça me chamou e disse:
" Você vai operar com o cirurgião tal né? Eu ouvi dizer que ele hoje é só nome, que ele não opera gente comum feito a gente não, só opera grandalhões, diretores e tal. Que ele nem fica na sala de cirurgia, quem opera são estagiários e ficam chamando o nome dele o tempo todo, ele nunca está perto".

continua em breve...

Obeso anda de barca?E a cadeira?

 Em novembro de 2009, meus pais alugaram uma casa em Paquetá (ilha aqui do Rio de Janeiro).
Lá é um paraíso. E detalhe: é apenas a uma hora do centro do Rio.
É um bairro dentro da cidade, apesar de muitas pessoas acharem que lá é outro município.
Foi muito bom,eu ia para lá toda semana.
Saía do trabalho sexta-feira correndo para conseguir embarcar na barca das 19:20 e voltava no domingo a noite também.
Mas havia uma dificuldade ai. As cadeiras das Barcas S/A são muito estreitas. Meu quadril não cabia no assento pequeno. Eu tinha que ficar em pé ou sentar na escada. Mas era sempre muito constrangedor, principalmente quando eu ia ou voltava com outras pessoas.
Qual desculpa dar? "Ah! Estou com uma vontade de ficar em pé", durante uma hora e pouco?
Ou: "Eu prefiro sentar nessas escadas sujas"...não tinha desculpa.



Outra situação chata era quando o pessoal queria ir a uma praia que tinha bar, ou seja, onde tinha aquelas cadeiras de plástico que me amedrontam!
Deus me livre ficar entalada naquela cadeira de bar! Ou então aquele troço quebrar comigo!





Eu não andava de pedalinho, de triciclo nem de carroça...e nem preciso dizer a razão né?
E o "eco taxi"?! Que é um cara numa bicicleta que fica te puxando.Imagine uma pessoa me puxando, nossa! Impossível ele aguentar meu peso!

Mas eu ficava feliz em poder ir à praia, poder caminhar naquelas ruas sem asfalto, subir na Pedra da Moreninha e avistar a Baía de Guanabara, sentar em frente ao mar e ler um livro,gostava das pessoas de lá, da tranquilidade, de estar naquele lugar lindo com a minha família. Eu não podia aproveitar tudo que a ilha tinha a me oferecer,mas estava feliz com o que tinha.

Durou seis meses, eu indo apenas nos finais de semana, e logo quando fui demitida, meu pai disse que teríamos que entregar a casa.
A água estava muito fria e o tempo não estava bom, meu pai sentia dores na cirurgia dele na coluna, não podia pescar. E também como manter duas casas?Agora eu não estava trabalhando e eu precisava ter dinheiro para pagar o plano de saúde e operar quando acabasse a carência.

Foram maravilhosos 6 meses, e em breve voltaremos para aquele paraíso. É o sonho de minha mãe.


* Barcas S/A, por favor mude os assentos das suas embarcações! Quem é gordo passa literalmente aperto! É impossível viajar nessas cadeiras,além de pequenas, são extremamente desconfortáveis, duras, horríveis! Não é ruim apenas para obeso não, mas para todos os passageiros!










  continua em breve...

Insuportável permanecer na empresa.


Como se não bastassem todos esses problemas com essa "colega" de trabalho, ainda tinham outras questões.

Eu recebia duas passagens para ir e duas para voltar.
Mas foi assim porque essa colega de trabalho morava perto de mim, e exigiu quatro passagens, mas dava para ir com 3 passagens, uma para ir e duas para voltar. E ela disse para eu não falar que só precisava de 3, e lógico que eu não falei.
Enfim, esse emprego foi melhor do que o outro pois eles pagavam em dinheiro o transporte, e eu podia ir de van.


Só que era angustiante. O ônibus que levava até a empresa demorava 20 minutos para chegar lá.
Para eu ir de van, eu teria que pegar duas vans e levaria em média uma hora para chegar lá. Olha a diferença.
Eu via mil ônibus passando e ficava muito tempo esperando a van, tinha que acordar bem mais cedo, madrugar no ponto e ainda contar com o engarrafamento, porque o ônibus ia em outro sentido e não pegava o caminho que tinha trânsito ruim, mas desse ônibus não tinha van, então tinha que ir de outra forma.

E na hora de fazer homologação? Era em um bairro completamente distante. Na primeira vez eu fui de ônibus, pedi para entrar pela porta de trás. Mas foi um momento difícil. Eu tremia,suava, meu coração palpitava. Parecia que todo mundo do ônibus estava olhando para mim, foi horrível!
Mas não tinha outra forma de ir,não tinha van para lá e eu tinha engordado tanto que não podia de forma alguma enfrentar a catraca do ônibus.
Das outras vezes, Deus ouviu minha preces e meu chefe, que gostava do meu trabalho, passou a pagar taxi. Eu fiquei tão feliz, tão aliviada!


Com 4 meses de empresa eu estava  muito nervosa, pois estava tudo muito confuso a respeito da cirurgia e também do meu processo(da roleta) e em certo momento, minha pressão foi a 18x11. Com 22 anos, minha pressão chegou a esse ponto!
Fiquei de licença do trabalho uns dois dias, e nesse período eu cai e torci o meu pé.
Sendo que a minha colega de trabalho boazinha falava mal de mim para os meus chefes.
Eu não sei se foi por isso,mas quando fui levar meu atestado, meu chefe foi super grosso e quis me demitir.
Pior, ele quis me demitir com a data anterior ao meu tombo, ou seja, eu ficaria totalmente desamparada e com o pé torcido.
Eu não aceitei e disse: "Quando eu melhorar, nós conversamos". Não baixei a cabeça não, por mais que eu o respeitasse.
Se eu fosse demitida naquele dia, estaria no fundo do poço, desamparada, sem poder andar,não conseguia pisar direito e eu tinha 4 meses de empresa, nem auxílio desemprego eu ia receber.

Só que algo inesperado aconteceu, eu não podia mais pular,pois estava prejudicando o outro pé, estava até com um ovo enorme no pé, e com isso meu pé só piorou. Fui ao médico de novo e ele me deu mais alguns dias, ultrapassando os 16 dias, ou seja, a partir de agora eu estava sob responsabilidade do INSS e a empresa não poderia me demitir.

Marquei a perícia no INSS e ia demorar, enquanto isso eu fui fazendo a fisioterapia, tomando remédio, colocando gelo...
Finalmente chegou o dia da perícia e a médica do INSS me deu mais um mês, totalizando 3 meses em casa.
Então vamos fazer as contas: 4 meses de trabalho + 3 de INSS = 7 meses na carteira, agora ele poderia me demitir, e foi o que aconteceu, fui na empresa e fui demitida, recebi minha rescisão e auxilio desemprego por 4 meses, seriam só 3 se eu só tivesse trabalhado lá, mas como eu tinha contribuição de outra empresa, recebi durante 4 meses.
Em meio a coisas ruins, algo bom aconteceu.


Quando voltei à empresa, só tinha um funcionário da minha época que estava quase rodando e a colega boazinha, que de boazinha não tinha nada. Bom,ela conseguiu o que queria, todo mundo saiu e ficou apenas ela em seu "castelo". Bom,eu e as outras meninas demos sequência em nossas vidas, vocês acreditam que até hoje ela fala mal das pessoas que trabalham lá? (risos) e assim vai ser sempre! Ela pode continuar presa a seu castelo de bosta, eu vou explorar esse mundão lindo que tem aqui fora.

Continua em breve...


Mais um emprego,mais uma batalha diária...

Em novembro de 2009 comecei a trabalhar em um escritório de uma rede de lojas de calçados.
Fui contratada para executar as funções pertinentes ao departamento pessoal: admissão, folha de pagamento,férias,rescisão,homologação etc.
Mas desempenhava outras funções: organizar notas fiscais, ir ao banco efetuar pagamentos, buscar isso, buscar aquilo, e às vezes servia como tapete, para uma certa pessoa incapaz e infeliz tentar pisar e diminuir, para se sentir superior.
Nem preciso dizer que eu odiava essas outras "funções" né?!

Uma conhecida me indicou para preencher a vaga dessa empresa.
Só que antes dela me falar dessa vaga, eu achava uma coisa estranha nela: ela falava mal de todos da empresa, desde os colegas de trabalho até os donos da empresa. Eu pensava: "Que coisa estranha!Todo mundo tem defeito,menos ela?" Falei para a minha mãe: "Deus me livre trabalhar com uma pessoa assim"

Não deu outra, dias depois ela me falou da oportunidade.
E quem dispensa emprego? Ainda mais obeso mórbido, implorando por uma vaga qualquer.
A criatura falava mal de todo mundo o tempo todo, eu saía para o almoço e ela vinha atrás para falar mal das meninas que trabalhavam com a gente. Detalhe: elas estavam a menos de dois metros de distância.
Como uma pessoas pode ser assim? Se fazer de boazinha na frente e atrás ser uma cobra!!!

Eu comecei a não querer mais ouvir nada,pois eu gostava das meninas, via que não era nada daquilo que ela falava.

Ai que começou todo o tormento, ela começou a mudar e a querer me humilhar de certa forma.
Criou uma implicância comigo, e tentava mostrar sempre que era superior a mim ali dentro. Mandando eu fazer isso e aquilo com ar de dona do mundo.
Colocando a culpa em mim por erros dela.
Falando comigo em tom de superioridade.
Ela falou mal de mim para a dona da empresa, a esposa do dono, eu vi...ninguém me contou!
Eu tinha vontade de mandá-la para o inferno e abandonar aquilo tudo!
Mas...eu tinha um plano de saúde de 178,00 para pagar, remédios e outras despesas altas e fui ficando,ficando...

Pior: eu não andava de ônibus, e no começo ela ficava esperando a van comigo, tão boazinha né? Quando ela percebeu que eu fui ficando amiga das meninas também,ela nunca mais esperou van comigo.
Não podíamos ser todas amigas? Eu a chamava para sair, para ir ao shopping, eu realmente tentei ser amiga dela,mas sei lá...ela tem que viver sozinha mesmo.

Um exemplo do quanto ela era boazinha: uma das meninas que trabalhavam com a gente, entrou de férias,só que perdeu o cheque das férias, a casa estava em obra, e ela estava com medo de terem roubado seu cheque, poxa, que triste né? Sabe o que a "boazinha" fez? Disse para ela no telefone: "Pode ficar tranquila,eu vou te ajudar", quando desligou, comemorou e rindo disse: "alguém via ficar sem salário,alguém vai ficar sem salário"... nem preciso dizer mais nada né?



continua em breve